Skip to content

Como curar ejaculação precoce: tudo o que você precisa saber

Uma vida sexual ativa faz parte do dia a dia de uma grande parcela da população. Muitos a consideram de extrema importância para o seu bem estar físico, emocional e também para definir a qualidade da sua rotina.

Entretanto, como tudo na vida, nem sempre a nossa questão sexual tem a qualidade que gostaríamos. O que nos leva a uma busca de como curar ejaculação precoce por métodos que realmente funcionam.

Longos períodos de abstinência, falta de intimidade com os parceiros ou até mesmo problemas de saúde são situações que alteram o tipo de vida sexual que você leva e que podem também alterar o seu dia a dia.

Um dos problemas mais comuns acerca de mudanças na vida sexual é, sem dúvidas, a ejaculação precoce.

Apesar de ser relativamente comum e acabar acontecendo inevitavelmente em algum momento da vida. A ejaculação precoce ainda é considerada um tabu quando falamos em desempenho sexual. Muitos acreditam que ejacular “antes da hora” os torna menos dignos.

Isso termina criando um ambiente de constrangimento e vergonha que não é nada saudável… Especialmente se você quer acabar com o problema de uma vez por todas.

Ejacular num tempo curto de contato sexual acontece com muito mais pessoas do que você pode imaginar. O problema é que a grande maioria delas acredita que isso não acontece com mais ninguém e acaba se isolando, decidindo não lidar com o problema, acreditando ser o único a sofrer com ele.

Mas é neste ponto que você se engana, a ejaculação precoce é a disfunção sexual mais comum da modernidade e isso está intimamente ligado ao estilo de vida que as pessoas levam hoje.

Como curar ejaculação precoce: tudo o que você precisa saber

A ejaculação precoce e suas causas no mundo pós-moderno, antes das máquinas e da internet, muitos acreditavam que ejacular rapidamente tinha o significado oposto ao que tem hoje. Quanto mais rápido você era capaz de ejacular, maiores eram as possibilidades de procriação e de espalhar seus genes em diferentes cópulas.

Porém, hoje, no mundo pós-moderno, a ejaculação precoce não poderia ter um significado mais diferente. Além da sensação de vergonha e constrangimento, ejacular precocemente ainda carrega um quê de egoísmo. Uma vez que acaba parecendo que não se está considerando os desejos da outra pessoa.

Alguns produtos, podem ajudar a retardar a ejaculação precoce, veja sobre a Duratrina:

O que pode provocar ejaculação precoce

Muitos consideram a ejaculação precoce como um prenúncio de uma perda de virilidade e capacidade sexual.

Já que ela é frequentemente associada com o envelhecimento.

Entretanto, diferentemente do que a maioria pensa, a ejaculação precoce pode acontecer com qualquer um e em qualquer estágio da vida.

E hoje em dia, muito disso está relacionado ao estilo de vida que as pessoas levam. Já que boa parte dele e de suas consequências acabam se relacionando com as principais causas da ejaculação precoce.

Ejacular antes do tempo pode acontecer por diversos motivos ou combinações de razões atreladas à rotina que vivemos.

A maior culpada pela ejaculação precoce é, sem dúvidas, a ansiedade.

Muitos acreditam que ter problemas de ansiedade, independente do grau, podem comprometer o desempenho sexual e com ele, o tempo de ereção e ejaculação. Além da ansiedade, outros problemas psicológicos podem interferir na ejaculação, como a depressão, o estresse e o TOC.

Hoje em dia sabe-se que o bem estar psicológico de um indivíduo é tão importante quando a sua saúde física, logo, quando um não vai bem, o outro dificilmente vai conseguir se manter saudável por muito tempo.

É por isso que transtornos psicológicos têm tanta influência no funcionamento físico do nosso corpo.

Quando você tem uma bagagem de ansiedades e traumas, muitas vezes combinados com inseguranças, é quase uma certeza que, em algum momento, isso irá lhe afetar fisicamente (ou seja, provocar a tão temida ejaculação precoce).

Num mundo como o de hoje, onde o estresse reina na psique de quase todos os seres humanos, não é difícil prever que mais e mais pessoas sofrerão de ansiedade… E mais e mais pessoas terão problemas de ejaculação precoce.

Além disso, nos dias de hoje é muito mais fácil conseguir alimentar as suas inseguranças ao invés de sua autoestima com toda a informação à qual temos acesso.

E isso também ajuda a agravar o problema da ejaculação precoce.

O estado psicológico é o maior culpado

ejaculação precoce

Engana-se quem pensa que é tudo psicológico.

Obviamente que a saúde mental afeta diretamente a capacidade e o desempenho sexual.

Entretanto, problemas físicos (de nascença ou não) também podem ter grande influência sobre o tempo de ereção e de ejaculação.

Má formação no músculo do pênis, traumas ou acidentes físicos severos e até mesmo a ingestão de determinados medicamentos para tratar alguma enfermidade podem fazer da ejaculação precoce uma constante na vida das pessoas.

Reconhecendo e tratando a ejaculação precoce

“Mas afinal, como é possível saber se eu realmente estou sofrendo de ejaculação precoce e quais são as formas de tratá-la?”

Esta deve ser, com certeza, a pergunta que está passando agora pela sua cabeça. Como é possível reconhecer e tratar a ejaculação precoce?

Para reconhecer se você está ou não sofrendo realmente de ejaculação precoce, a única forma é observar o seu desempenho sexual nas últimas relações que você teve.

Se as oscilações no tempo de ereção e de ejaculação forem altas e você perceber que não conseguiu segurar a ejaculação por mais de alguns minutos em mais da metade das últimas relações, sim, você está sofrendo de ejaculação precoce.

Porém, não há motivos para se desesperar, já que é possível tratá-la e curá-la com o acompanhamento e material correto.

Quem devo procurar…

Saber como curar ejaculação precoce não é das tarefas mais fáceis, uma vez que, primeiramente é necessário cavar a fundo para descobrir quais são as causas do seu problema em manter um tempo maior para ejacular.

Como já foi dito, grande parte das causas para a ejaculação precoce são de origem mental, estando relacionadas a:

  • traumas,
  • ansiedade,
  • depressão e
  • inseguranças que o indivíduo carrega consigo desde muito cedo.

Por isso, além do apoio de um urologista de sua confiança, para tratar a ejaculação precoce é necessário um acompanhamento psicológico de qualidade.

Um profissional que cave a fundo junto com você as reais causas da sua disfunção sexual. Para que seja possível superá-las nas sessões e fazer com que elas não mais atrapalhem a qualidade da sua vida no dia a dia e também nas relações sexuais.

Mas é neste ponto que está o principal problema de quem sofre com a ejaculação precoce.

A busca por ajuda profissional

Muitos sentem tanta vergonha de estarem nesta situação e acreditam ser os únicos a passar por elas… Preferindo ignorá-la ou usar de medidas paliativas para resolvê-la. Quando deveria buscar por ajuda profissional e efetiva para dar conta de solucionar o problema.

Antes de falarmos em tratamento definitivo contra a ejaculação precoce, é necessário que façamos esse trabalho de mudança mental nos indivíduos que têm o problema… Para que possam, de uma vez por todas saberem como curar ejaculação precoce

Além do acompanhamento médico é necessário parar de encarar a ejaculação precoce como o bicho de sete cabeças da vergonha.

A ejaculação precoce nada mais é do que um problema de saúde que deve ser combatido como tal. É preciso parar de se ver como menos viril ou menos homem apenas porque este problema está acontecendo com você.

Ninguém está imune a problemas de saúde e isso com certeza também se aplica a você. Não se sinta humilhado pela ejaculação precoce.

Ao invés disso, por que não se sentir estimulado a combatê-la e a ter a sua vida sexual saudável de volta?

Por que não usá-la como um empurrão para cuidar melhor de si mesmo e deixar possíveis traumas do passado para trás. (traumas estes que devem estar atrapalhando muito mais do que ao seu desempenho sexual)?

A ejaculação precoce não deve ser motivo de vergonha.

Por isso, ao identificar o problema em si mesmo, não deixe de buscar ajuda com quem entende.